Bem-vindo ao Atlas Geográfico Escolar na Internet! Aqui você encontra ilustrações animadas sobre geografia e cartografia, e consulta mapas do Brasil e do Mundo de uma forma fácil e atraente.

O sensoriamento remoto é a técnica de obtenção de infor­mações acerca de um objeto, área ou fenômeno localizado na Terra, sem que haja contato físico com o mesmo. As informa­ções podem ser obtidas através de radiação eletromagnética, gerada por fontes naturais (sensor passivo), como o Sol, ou por fontes artificiais (sensor ativo), como o radar. São apresentadas na forma de imagens, sendo mais utilizadas, atualmente, aque­las captadas por sensores óticos orbitais localizados em satélites.

Os satélites, girando numa órbita em torno da Terra, levam consigo um sensor capaz de emitir e/ou receber a energia ele­tromagnética refletida da Terra.

As imagens orbitais possibilitam muitas aplicações, como o mapeamento e a atualização de dados cartográficos e temáticos, a produção de dados meteorológicos e a avaliação de impactos ambientais.

O video abaixo mostra como funciona um satélite de sensoriamento remoto com sensor ativo.

O video abaixo mostra como funciona um satélite de sensoriamento remoto com sensor passivo.


© 2019 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística